UMA COOPERATIVA DIGITAL

Conheça nossa história e princípios

A PopSolutions nasce em 2015 a partir do esforço coletivo de web designers, programadores, arquitetos de sistema, jornalistas e fotógrafos com o objetivo de, a partir da união de suas habilidades, oferecer serviços para pequenas e médias empresas, institutos, associações, cooperativas, organizações do terceiro setor e Micro Empreendedores Individuais (MEIs) nas áreas de tecnologia da informação e comunicação. 

Esse trabalho, construído de forma colaborativa e que alia as diferentes aptidões de seus membros, permitiu que já em seus primeiros anos a PopSolutions conquistasse clientes no Brasil e no exterior. Neste tempo, já atendemos mais de 100 empresas de diferentes segmentos em vários estados brasileiros e no Uruguai. 

Cooperar para crescer
Para entregar o melhor resultado aos nossos clientes e parceiros, nos baseamos na ideia do cooperativismo. Para cada novo projeto da PopSolutions buscamos profissionais altamente qualificados que possam agregar valor ao produto ou serviço que oferecemos. A multidisciplinaridade da equipe tem um papel-chave em nosso processo criativo, pois acreditamos que a integração de indivíduos com diferentes habilidades trabalhando com o mesmo propósito gera resultados positivos.  

Além disso, um de nossos princípios é o de que a gestão da cooperativa deve ser democrática  e transparente, possibilitando que todos tragam novas ideias, apresentem propostas e colaborem para que soluções inteligentes sejam efetivadas, sempre tendo como objetivo o bem coletivo. 

Abaixo, listamos os princípios do cooperativismo elaborados pela Aliança Cooperativa Internacional e aos quais a PopSolutions adere:

  • Adesão livre   -   significa que a cooperativa deve ter suas portas abertas para admitir os membros e a parte interessada é livre para solicitar admissão a ela em conformidade com certas condições já previstas em lei.

  • Controle democrático   -   a gestão das cooperativas é feita pelos próprios membros, que, reunidos democraticamente em assembléia geral, elegem por voto aqueles que formarão o conselho de administração.

  • Gestão dos administradores   -   deve estar sujeito ao que o estatuto da cooperativa envia. Os associados podem supervisionar o desempenho dos diretores por meio de delegados que integram os diferentes órgãos administrativos.

  • Educação cooperativa   -   as pessoas associadas têm o dever de se prepararem social e profissionalmente para desenvolver efetivamente os compromissos assumidos como parceiros.

  • Juros limitados ao capital   -   para a operação de uma cooperativa é necessário um capital porque, embora seja uma empresa sem fins lucrativos, nenhuma empresa trabalha sem capital. Entende-se por interesse limitado ao capital, um juro fixo que não depende da maior ou menor quantidade das utilidades.

  • Distribuição do excedente   -   o excedente ou excedente, decorrente de operações realizadas pela associação cooperativa pertence aos associados e deve ser distribuído de forma a evitar os lucros de um parceiro em detrimento de outro.

  • Integração cooperativa   -   os participantes de uma cooperativa devem ser integrados, o que significa que eles devem compor um todo de suas partes.

Quer fazer parte do nosso time?

Clique no botão ao lado e veja como se tornar um(a) cooperado(a)